Eu quero ser canhoto

Um homem encontrou a lâmpada mágica e libertou o Gênio. Quando o Gênio surgiu disse ao homem que realizaria qualquer desejo que ele tivesse em agradecimento por tê-lo libertado de sua prisão.

Transcrevo para vocês o diálogo entre os dois:

 – Eu quero ser canhoto! – Disse o homem.

O Gênio estranhou:

 – Eu posso lhe dar mais que isso, posso te fazer o homem mais rico do mundo, basta desejar.

 – Não quero isso, quero ser canhoto!

 – Mas você pode ter todo o dinheiro que quiser!

 – Tenho todo o dinheiro que preciso, se precisar de mais dou jeito de arrumar. Me faça canhoto!

 – Posso fazer de você o homem mais belo, irresistível para as mulheres mais belas do mundo!

 – Quero mulher nenhuma mais não, a que tenho em casa me basta! Me faça canhoto!

 – Posso transformar sua mulher na mulher mais bela do mundo então!

 – Quero não, gosto dela do jeito que ela é! Do jeito que ela é e com todos os defeitos! Me faça canhoto!

 – Posso te fazer o homem mais inteligente do mundo! PEÇA!

 – Interessante proposta. Mas pessoas muito inteligentes são chatas! Não sabem discutir coisas bobas da vida, não sabem rir de uma piada… Tudo tem que ser científico ou político! Dispenso! Me faça canhoto!

 – Posso transformar seu carro em uma Ferrari!

 – Deus me livre! Tenho nem dinheiro pra pagar o IPVA disso!

 – Mas você disse que tinha todo o dinheiro que precisava! Não tem dinheiro então!

 – Tenho dinheiro pra tudo que preciso, não preciso de uma Ferrari, já tenho meu Celtinha 2010! Me faça canhoto!

 – Mas é um Celta… – Disse o Gênio, já desanimado.

 – Amigo, eu quero ser canhoto! Pode ser ou fica difícil?

 – Eu posso te transformar em qualquer coisa que quiser e você quer ser canhoto?

 – Amigo, estou satisfeito em ser o que sou. Se eu quiser ficar loiro eu pinto o cabelo; se quiser ter olho azul eu compro lentes; se quiser emagrecer eu faço exercícios. Mas não dá pra mudar o fato que eu sou destro. Já tentei e não deu certo. Aí te achei e você não tá me resolvendo.

O Gênio perdeu a paciência, afinal de contas, com tantos pedidos possíveis; riqueza, mulheres, beleza, inteligência, por que este homem queria ser canhoto?

 – Mas pra que raios você quer ser canhoto?

 – Rapaz! Dá pra fazer muita coisa! Ninguém vai saber que eu fiquei canhoto, vou conseguir enganar direitinho o pessoal do futebol quando chutar de canhotinha! Vai ser cada golaço! Imagina no boxe? Meu adversário nem vai saber que troquei de mão e vai perder pra mim! Vai ser felicidade pura!

 – Mas em duas semanas todo mundo vai saber que você ficou canhoto e vai acabar sua felicidade!

O homem, impaciente com a teimosia do Gênio e quase desistindo de seu pedido, respondeu:

 – E quem disse que felicidade tem que ser pra sempre? O bom dela é que acaba! Felicidade o tempo inteiro é marasmo! Imagina que chatice ser feliz o tempo inteiro? Ia ficar aborrecido e chateado no segundo dia e não ia ter ganhado nada com isso. Se virar canhoto, pelo menos eu vou fazer coisas que nunca fiz nessas duas semanas! Posso até aprender a tocar guitarra igual o Jimmy Hendrix!

Por fim, o gênio ficou nervoso e realizou o desejo do homem e o fez canhoto. O homem foi embora feliz admirado com sua nova realidade enquanto o Gênio, libertado de seu cárcere na lâmpada, começou a se perguntar como seria se fosse canhoto…